Os maiores medos: onde estão e por que enfrenta-los?

Por Elizeu NVL.

Quem não teve aquela sensação de pânico, que toma conta da gente e nos faz parar abruptamente e até desistir de fazermos algo? Como é possível vencer certos medos, que até nos impedem de evoluirmos como pessoa? Onde estão os nossos maiores medos?

São muitas as questões, no entanto, a maioria de nós passa a pela vida sem nunca enfrenta-las, por pensar que elas são insuperáveis e por sentir uma espécie de pavor do medo, “(Deus) me livre nem quero falar disso”.

Por outro lado, é um fato. Que desejamos viver em paz e ter nossa parcela de felicidade! Passar pelos desafios e vence-los, galgar ao “top” de nossos sonhos e todos os desejos. De forma superarmos nossos medos, sempre!

Para refletirmos sobre o tema, é relevante conhecer um fato da vida de Abraão (patriarca do povo hebreu). Conta à história (Bíblica) que o primeiro contato dele com o “Deus Criador” só ocorreu após 75 anos de sua busca para saber quem era Deus, isso desde os seus 3 aninhos.

Segundo relatos, atribuído ao próprio patriarca, a primeira coisa que Deus lhes disse foi, “Saia para dentro de você”. Soa estranho e sem sentido para nos ocidentais. Como assim, Deus falou só isso? — O mais importante aqui, é o que isso significa para a nossa reflexão.

Partindo do ponto que Abraão é o pai da crença monoteísta, é de fundamental importância e relevante. Pois, mais de um terço dos habitantes do planeta, professam essa fé, num Deus único.

Como fica essa reflexão diante disso? — Sabemos a história dos descendentes de(Abraão, o povo Judeu), que viveram e superaram toda sorte de desafios sob o sol (exílios, expulsões, perseguições, holocausto, conversões forçadas, etc.).

De forma que, o que DEUS disse foi algo muito poderoso e importante, há mais de 4mil anos. Visto que, está no cerne dos ensinamentos (Torá “bíblia”), que estabelecem regras para a vida do indivíduo e seu convivio em comunidade, referencia que vigoram até hoje. E desde tempos remotos, permitem muitos (de quaisquer povos) superar seus desafios, tal como o povo Hebreu e chegarem a Deus.

E no processo pelo qual todo o ser humano deverá passar para atingir o propósito da sua existência, é necessário que faça auto-analise continuamente para as devidas correções no rumo da sua vida. Pois, só assim poderá evoluir como pessoa e conviver em paz perpetuado-se pela  sua descendência. Foi exatamente o grande feito do Patriarca (ir para dentro de si mesmo) e ponderar sobre que é bom e justo para assim agir, e se abster do injusto e afastar do que é mal.


Por fim, certamente nem todos entendem. Porém, é simples. — Para se ter a paz, ou seja “estar em comunhão com Deus” conforme está escrito, é a mesma coisa. Portanto, é necessário irmos para dentro de nós mesmo, para enfrentarmos todos os nossos medos, de modo a superar tudo em nossas vidas. É esse, o nosso maior desafio.

©Elizeu NVL, março/2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.