AMOR E SEXO: REALIDADE

Se há uma coisa que aquariano não deixa passar batido, quando é desafiado falar sobre qualquer assunto, que seja tabu para maioria das pessoas. Então! Eis-me aqui, falando desse tema que é visto muitas pessoas, pelo menos em público, como verdadeiro tabu, porém, como é presumível, não é na vida privada. Trataremos, portanto, de uma forma leve, divertida e sem ofensas a “moralidade e os bons costumes”.

Vivemos em pleno século XXI, contudo, há muita desinformação e erotização de forma pejorativa quando o assunto é sexo. Vemos isso expressamente nas letras de determinados estilos de músicas contemporâneas. Há também, um forte apelo sexista nestas canções, pelo qual existe notória rejeição social, sobremaneira, por ser incompatível a nossa cultura inclusiva.

Entretanto, se retrocedermos um pouco, nos anos 80/90, constaremos que as expressões artísticas naquele tempo, retratavam o sexo com erotismo elegante, por assim dizer, como visto na letra daquela canção Amor e Sexo (Rita Lee):

“Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte

Amor é pensamento, teorema
Amor é novela
Sexo é cinema

Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia

O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos

Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval

Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom
Amor é do bem

Amor sem sexo
É amizade
Sexo sem amor
É vontade

Amor é um
Sexo é dois
Sexo antes
Amor depois […]”

Não é preciso uma análise profunda para compreender que canção acima tem abordagem direta, clara e elegante, fazendo analogias: de amor x sexo, e, ao mesmo tempo, é divertida e não constrange ninguém.

Inclusive, para corroborar a nossa assertiva, citamos Catares de Salomão, que tem cunho erótico:

“O seu amor é melhor que o vinho (1.2). Leve-me com você! Vamos depressa! Seja o meu rei e leve-me para o seu quarto (1.4). O meu amado têm cheiro de mirra quando descansa sobre os meus seios (1.13). A grama verde será a nossa cama; os cedros serão as vigas da nossa casa, e os pinheiros serão o telhado (1.16-17). Eu me sinto feliz nos seus braços e os seus carinhos são doces para mim. Ele me levou ao salão de festas e ali nós nos entregamos ao amor. Tragam passas para eu recuperar as minha forças e maçãs para me […]

Como é publico e aceito, esse texto consta dos cânones bíblicos, são palavras que figuram no livro sagrado e foram ditas há acerca de 3000 anos, no entanto, não chocam ou nos fazem ruborizar. São sábias palavras.

Por fim, julgo que tratar de sexo (erotismo) não deva ser algo que nos cause constrangimento, se, contudo, é essencial, observarmos à boa e velha etiqueta, pois, há local e momento adequado para tudo, de forma que não precisamos manter o tema como tabu, que nunca deve ser abordado. © Elizeu NVL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.