MINHA GERAÇÃO: ORGULHO E VERGONHA

Sou (cinquentão), filho da geração que proporcionou as maiores revoluções em diversas áreas do conhecimento humano, criamos um (novo mundo):  desenvolvimento, progresso cientifico, descobertas tecnológicas, que salta aos olhos e se destacam em milênios.

No entanto, todas essas conquistas, tiveram um alto preço, pois, também, somos os responsáveis pelo surgimento de um modelo perverso: que poluiu o planeta e fomos aculturados, como: consumistas, individualistas, predatórios, demagogos, egoístas e com isso, produzimos entre outras, centenas de patologias psíquicas, sem precedentes na história.

Contudo, não sou contra o avanço (cientifico) e tecnológico nada disso, entretanto, julgo que erramos, sobretudo, ao esquecermos quem somos: os mesmos humanos como fomos desde os primórdios, pois, é fato que sempre tivemos (consciência, emoções e instintos).

Quando empreendi na busca pelo autoconhecimento, percebi que o que nos falta é uma coisa, qual seja? Olhar para a nossa humanidade e (nascer de novo), certamente, não se trata de nascimento biológico é óbvio.

Ademais, as lições sempre estiveram ao nosso alcance, para isso, basta olharmos para o passado da humanidade e pormos os ensinamentos em prática. Assim, julgo que teremos a revolução social, que o reino dos céus espera de nós. Esta questão, porém, cada um de nós com sensibilidade pode formular…

(601 a.C.) — Lao Tzu: “Seja contente com o que você tem; regozije no modo como as coisas são. Quando você percebe que não há nada faltando, o mundo inteiro pertence a você.”

 (551 a.C.) — Confúcio: “A vida é realmente simples, mas insistimos em tornar isso complicado.”

(399 a.C.) — Sócrates: “O segredo da felicidade, você vê, não é encontrado na busca de mais, mas no desenvolvimento da capacidade de desfrutar menos.”

(33 d.C.) — Jesus: “Que aproveitaria ao homem se ele ganhasse o mundo inteiro, mas perdesse a sua alma?”

(121 d.C.) — Marco Aurélio: “Muito pouco é necessário para uma vida feliz; está tudo dentro de você, no seu modo de pensar.”

(1452 d.C.) — Leonardo da Vinci: “A simplicidade é a sofisticação final.”

Daqui a adiante, já estávamos caminhando para o iluminismo e a humanidade conhecia a primeira revolução industrial que foi o embrião das demais, que nos trouxeram até aqui. ©Elizeu NVL.

Um comentário em “MINHA GERAÇÃO: ORGULHO E VERGONHA

  1. E que cinquentão maravilhoso;aprendi muito com vc,com suas palavras “sábia” e com muitas determinação….. volta a falar comigo💔

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.