BEM-ESTAR: COMO SABER

Vivemos na era dos “personal trainer: style; fitness; coach; gurus”, e tantos outros que vemos por aí, não é mais exclusividade das celebridades, pessoas comuns, também recebem tais orientações, trata-se da realidade contemporânea. Entretanto, não vejo há nada de errado buscar auxílio de profissionais, quando o assunto e a obter eficiência em cada área que empreendemos, sobremaneira, visando o nosso bem-estar.

Proponho, contudo, uma reflexão, com um questionamento: será que não estamos aplicando todos os nossos esforços e foco, numa determinada área e negligenciando outras igualmente importantes para as nossas vidas?

Como dizia o Jack, vamos por parte!

Um primeiro lugar, convém definir o que é bem-estar. Como sempre fazemos aqui, falaremos com base empírica, ou seja, pelas nossas próprias experiências. O bem-estar, portanto, pode ser entendido com tudo aquilo que fazendo em prol da boa qualidade de vida, essa, que deve contemplar a nossa trindade interna: (mente, emoções e desejos), além, é claro, e de suma importância, a nossa saúde física e espiritual. E, sabido, que os resultados da vivência com bem-estar, é a uma vida com qualidade melhor, que proporcionará longevidade e tudo que disso decorra.

A miúde como na canção do Zé Ramalho: convém citar alguns resultados específicos da vivência nesta condição ideal: há um estado de conforto, boa disposição, sendo sinônimo de segurança, aconchego, tranquilidade, dentre outros aspectos positivos.

Depois, como diz o Rabino Eliahu Haski:  “galera, vamos para 100%, na prática!”. Na prática, isso significa que qualquer esforço que busque obter alta performance, ou seja, o melhor desempenho, a primeira área afetada, seja positiva ou negativamente, como é presumível é a nossa saúde e por conta disso, devemos ficar atentos.

Porque, ao fazermos muitos esforços físicos, dietas, intervenções evasivas (cirurgias) em busca do corpo “ideal”, ou se dedicando a alegria para atender as nossas emoções, ou ainda, realizando desejos que antes era um tabu, com vistas a livrar-se das próprias sombras psíquicas. Seja qual for a atividade sempre corremos o risco de afetar negativamente as demais áreas.

Portanto, há que sempre buscar o equilíbrio em tudo que fizermos, e ter em mente, de que nada adianta ter um corpo sarado e uma cabeça (psique) doentia, igualmente, alguém mergulhado na espiritualidade e isolar-se demais, ou pessoas “top style” e com péssimos hábitos e comportamento, etc.

Por fim, devemos considerar o nosso foco, esforços, energias e recursos como meios, com os quais, poderemos atingir os fins, que deve vir sempre o bem-estar em primeiro lugar. © Elizeu NVL.

Um comentário em “BEM-ESTAR: COMO SABER

  1. Olá!! Bom dia, suas palavras me fortalece a cada dia; conhecer vc foi a uma descoberta em minha vida. Vc me fez ser forte,e até mesmo me conhecer como pessoa…..para mim vc é um grande homem de muita luz.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.